X-Men | James McAvoy fala sobre os personagens no MCU

Agora que a Disney garantiu os direitos dos personagens da Marvel da 20th Century Fox, é quase certo que veremos os X-Men se cruzando com os Vingadores em algum momento no futuro, mas uma estrela da atual franquia dos mutantes não se convenceu que a introdução dos heróis mutantes seria bom para o MCU.

Enquanto falava com o Yahoo! sobre seu novo filme, Vidro, James McAvoy foi questionado sobre um crossover em potencial, e o ator explicou por que ele acha que trazer esses universos a ficarem juntos pode não necessariamente funcionar.

“Eu não sei se os X-Men poderiam entrar no universo Marvel, não tenho certeza. Talvez eles pudessem? Mas eu acho que o que há de diferente no universo dos Vingadores é que você só tem alguns super-heróis no mundo. Há uma boa quantia, mas há um par de times de futebol que se destacam, você sabe o que eu quero dizer? Enquanto no mundo dos X-Men você está potencialmente dizendo que existem centenas de milhares, talvez milhões de [super-heróis] e a implicação social disso é diferente”.

É claro que a Marvel vem fazendo isso funcionar há muito tempo nos quadrinhos, mas McAvoy levanta alguns pontos interessantes e válidos sobre o MCU. Nós passamos 10 anos sem nenhum reconhecimento de mutantes, mesmo existindo, então pode ser uma venda difícil se e quando os X-Men aparecerem e começarem a misturá-los com os Vingadores.

Dito isto, se alguém pode dar uma explicação satisfatória, é Kevin Feige!

Kingsman 3 | Taron Egerton não estará no filme

Sabemos que o próximo filme de Kingsman será ambientado durante a primeira Guerra Mundial, mas muitos fãs presumiram que ainda poderíamos passar algum tempo nos dias de hoje com o time original de Kingsman e com os recém-chegados. No entanto, parece que o escritor e diretor Matthew Vaughn não está indo por esse caminho, porque o Eggsy de Taron Egerton não estará aparecendo!

“Não sei o quão quente é a imprensa”, revelou Egerton ao promover Robin Hood, “e acho que posso dizer isso, mas não estou no próximo filme de Kingsman”.

Isso não significa necessariamente que não o veremos novamente, é claro, mas o ator galês foi rápido em reiterar que não há planos para ele aparecer na terceira parte da franquia baseada na série de quadrinhos de Mark Millar.

 “Nós ainda estamos muito juntos, mas a sua próxima jornada nesse mundo não me envolve.”

Kingsman 3 foi marcado para um lançamento em 9 de Novembro de 2019, e o elenco está se juntando a nomes como Brad Pitt e Ralph, segundo rumores.

Disney pode estar em negociações para comprar a 21st Century Fox, diz site!

A Walt Disney Company está em negociação para comprar a maior parte da 21st Century Fox, de acordo com a CNBC. Com o que foi informado no relatório, foram realizadas negociações para a Disney comprar a maior parte da empresa, sem incluir os jornais de notícia e jornais esportivos.

Embora as negociações tenham ocorrido nas últimas semanas, não há garantia de que haverá um acordo. Com base no que foi divulgado, as conversações cessaram por enquanto.

O acordo incluiria especificamente a 20th Century Fox e o estúdio de filmes da 21st Century Fox, podendo reunir os X-Men, da Marvel, e o Quarteto Fantástico com os personagens atualmente existentes no universo cinematográfico da empresa. O gerente sênior da Fox está, supostamente, inclinado para um foco mais restringido a notícias e esportes para a empresa de multimídia competir com mais eficiência nesses espaços.

Como o artigo especula, a Century Fox não é uma empresa de mídia suficientemente grande para competir nesse espaço de entretenimento que se desenvolveu como resultado do surgimento de empresas de streaming como Netflix e Amazon.

Com a negociação fechada, a Disney passaria a ser a empresa com maior visibilidade e força dentro de Hollywood. Algumas especulações rolam na internet dizendo que a compra seria uma bela jogada visto que muitos ciclos de filmes estão acabando e outros começando. No ano de 2009, a mesma empresa comprou a Marvel pelo valor de U$ 4 bilhões e em 2012, a mesma, comprou a Lucasfilm pelo valor de U$ 4,05 bilhões.

Fontes: CNBC, Comicbook