Três anos sem David Bowie, confira um pouco de seu legado cinematográfico

No dia 10 de Janeiro de 2016, David Bowie retornava para o seu planeta natal. O lendário Camaleão do Rock respirou arte  até seus últimos dias no planeta azul. Consequentemente o músico nos deixou um legado gigantesco com sua maior especialidade, a música. Porem, acima de tudo, o músico deixou seu lado cinematográfico mostrando suas várias facetas de Bowie.

O músico participou de alguns longas marcantes, sua atuação impecável recebeu elogios da crítica. Em outras palavras, Bowie nunca fez feio nas telinhas, arte flertada pelo músico desde os anos 60. Confira mais abaixo sobre alguns filmes com participação do músico.

1 – LABIRINTO –  A MAGIA DO TEMPO

A adolescente Sarah (Jennifer Connelly) sonha em se livrar do seu irmão que não para de chorar. O Rei dos Duendes (David Bowie) atendendo o seu pedido, sequestra seu irmão. Sarah se arrepende e terá que enfrentar um labirinto para salvar seu irmão ate a meia noite. Caso Sarah não consiga, seu irmão se transformará em um Duende.

O Filme conta com Terry Jones escritor do roteiro, George Lucas como produtor e direção de Jim Henson. Os cristais manipulados por Bowie no começo do filme, não foram exatamente por ele. O coreografo Michael Moschen precisou fazer os comimentos com as mãos sem olhar. Moschen ficava escondido atrás de Bowie em posições desconfortáveis. O Filme oitentista continua sendo muito atual .

2 –  O HOMEM QUE CAIU NA TERRA

Um alienígena (David Bowie) vem a terra em busca de água para salvar seu planeta que sofre uma seca terrível. O filme serviu de inspiração para o clipe Welcome to The Jungle da banda Guns n’ Roses e cenários do filme ‘Watchmen’. O longa é uma Adaptação do romance Walter Tevis publicado em 1963.

O primeiro alienígena vivido por Bowie, surgiu em 1972, um dos maiores marcos para a cultura pop, conhecido como, Ziggy Stardust. O álbum encurtado para o mesmo nome do personagem descreve a história e missão do extraterrestre. A música Starman do album Ziggy Stardust ganhou uma versão da banda gaúcha, Nenhum de Nós. Conhecida como Astronauta de Mármore, ela sofreu críticas na época, mas a mesma foi aprovada pelo próprio Bowie.

Quando o David Bowie se apresentou em São Paulo (1990) falou o seguinte: “Vou tocar uma música que vocês conhecem em português” tocando Starman.

3 –  A ÚLTIMA TENTAÇÃO DE CRISTO

A polêmica adaptação de Martin Scorsese traz David Bowie como Pôncio Pilatos. Apesar das mais altas críticas na época, o filme foi um dos pontos altos na vida de Socrsese. O filme narra a vida de Jesus de uma maneira menos inconsistente com os evangelhos.

A DESPEDIDA

 

Foto: Divulgação/Internet

O músico se despede da terra aos 69 anos de idade vítima de um câncer, no qual ele lutava contra a 18 meses. Sua última performance ao vivo foi em Nova York em 2006. Dois dias antes do seu falecimento o músico se despediu com um presente para os fãs. O álbum Blackstar possui 7 faixas e foi elogiado pela crítica. A intensidade das músicas e a estrela negra em sua capa marcam a sua despedida.