CBLoL | jUc comenta sobre INTZ, paiN e o cenário internacional de League of Legends

Ex-jogador atua pela INTZ como assistente técnico

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Tuitar isso
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

O Mineiro, César “jUc” Barbosa, é o atual assistente técnico da INTZ, mas sua trajetória no League of Legends é mais antiga do que parece. O profissional atuou pela paiN Gaming em 2012, mas saiu da equipe 4 meses depois. Durante esse período, mesmo ausente no cenário competitivo, nunca deixou de jogar enquanto estava cursando a faculdade de engenharia elétrica, formando-se em 2015. Seu retorno a um dos times mais tradicionais ocorreu em abril de 2016 como reserva de Matheus “Mylon” Borges, ex top lane da equipe.

Abandonando Summoner’s Rift na temporada seguinte, o ex-jogador migrou para a função de assistente técnico que junto de Arthur “Paada” Zarzur. Consequentemente acabou chegando a final do segundo split do CBLoL 2017, ficando com o segundo lugar contra a Team One. Sua saída da paiN ocorreu em 2018, quando o time que tinha sido rebaixado no primeiro split não conseguiu retornar a elite do CBLoL mantendo-se no Circuito Desafiante, na época, César atuava com o desenvolvimento dos jogadores.

Quando anunciou que estava Free Agent, foi procurado pela INTZ, ingressando em outra equipe tradicional do competitivo. Confira mais na entrevista abaixo.

Mario Sergio: Como aconteceu o convite para entrar na INTZ?

jUc: O convite aconteceu em 10 minutos depois de eu ter anunciado que estava Free Agent. Fiquei super feliz e não esperava que iria acontecer tão rapidamente.

Mario Sergio: Como vem sendo seu relacionamento com a equipe?

jUc: Meu relacionamento com a equipe é excelente. Todos são bem tranquilos para dialogar e tem ambição em aprender e saber o que precisa melhorar.

Mario Sergio: Você está com a INTZ desde a Superliga ABCDE, ganhar da paiN teve algum sentimento especial?

jUc: Eu fiz um tryout presencial na semana que aconteceu a final da Superliga. Mesmo não tendo nenhuma rixa com a paiN, acredito que sempre que uma pessoa ganha do time que esteve trabalhando anteriormente, tenha um gostinho especial.

Mario Sergio: Falando da paiN, o que você vem achando do desempenho do seu antigo time no Circuito Desafiante? Acredita que ainda este ano teremos o clássico paiNTZ no CBLoL?

jUc: Com certeza a paiN tem altíssimas chances de ganhar o Circuito Desafiante, mas também acredito que seja possível que a RED suba para o CBLoL. Certamente teremos o clássico paiNTZ no próximo split.

jUC, Loop e Tay durante a final do CBLoL 2017 | Riot Games – Fotos: Bruno Alvares, Pedro Pavanato & Cesar Augusto

Mario Sergio: O que tem pesado na escolha do atirador brasileiro em vez do argentino, comunicação ou desempenho?

jUc:
O Mills ajuda muito na comunicação do mid game. O WhiteLotus ainda é tímido nesse aspecto. Apesar da mecânica absurda que WhiteLotus possui, acredito que a comunicação seja essencial em uma partida.

Mario Sergio: No seu ponto de vista, a MD1 vem fazendo a diferença para os times brasileiros?

jUc:
 Alguns times ainda não se adaptaram com a MD1, mas eventualmente vão se acostumar com a mudança do formato do CBLoL/Circuitão.

Mario Sergio: Acredita que o Brasil poderia melhorar em eventos internacionais caso jogasse mais contra os times da LLA

jUc: Tenho algumas dúvidas sobre isso, pois o Brasil sempre foi uma região melhor que a LLA. Posso estar equivocado pois agora o LAN e o LAS se fundiram em apenas uma liga e podem ter melhorado o nível de todos.

Mario Sergio: Em uma entrevista a ESPN, você comentou que se inspira no kkOma. Caso esteja acompanhando o cenário internacional, acredita que a SKT tem chances de retornar ao Mundial?

jUc: Com certeza a SKT tem chances de retornar ao Mundial, mas o que me deixa mais feliz é ver times com pessoas menos experientes e novos talentos no topo da tabela da LCK.

 

Mario Sergio: Para finalizar, gostaria de deixar uma mensagem para a torcida intrépida?

jUc: Gostaria de agradecer o apoio que me deram quando eu entrei na INTZ e que continuem a acreditar no meu trabalho. #GoINTZ #INTZArmy.

 

Acompanhe o jUc no FacebookInstagram, Nimo TV e Twitter. 

 

Versão "Rise" 5.0.1 beta - Crafted with ❤ by @mattzbarbosa
© 2018. O Mestre da HQ - O seu portal de conteúdo Geek