Jovem, empreendedor e narrador: conheça Japex

Carioca e amante dos jogos. Japex trilhou um caminho bem árduo para chegar ao ponto de se consolidar dentro dos e-sports. O jovem tem diversas referências na parte da narração e já é um empreendedor nato e que veremos bastante no futuro.

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Tuitar isso
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Muitos sabemos a quantidade de grandes narradores no cenário de e-sports. Mas, quando veremos novas caras aparecendo? Além disso, quantos são aqueles que podem se tornar empreendedores no ramo dos e-sports a ponto de transformar seu senho em um negócio. Hoje, falaremos do perfil do jovem empreendedor e narrador, Giovani Pires, conhecido como Japex.

Leia também: BGS 2019 | Maior feira de games da América Latina lança nova identidade visual

Perfil

Giovani Pires é natural do Rio de Janeiro, em específico da Zona Norte da Cidade. Com o codinome Japex, ele encontrou nos games a oportunidade de fazer algo grande e futuramente rentável para si. Além disso, aos 20 anos de idade, ele já se mostra umas das maiores mentes empreendedores. Isso porque, o mesmo é CEO de uma plataforma de torneios, chamada Pro E-Sport Brasil. Ao todo, Japex já organizou mais de 12 eventos gratuitos de Point Blank, jogo no qual é seu carro-chefe tanto nas streams quanto nas narrações. Ele também é responsável por um projeto intitulado SDL Brasil, onde atua como Social Media.

Começo de tudo

Quando perguntei sobre sua relação com os games, Japex foi bem direto. Ele afirmou que era seu trabalho, lazer e uma infinidade de coisas. Além disso, foi um grande estimulante para ajudar em sua depressão durante a adolescência.

Perguntado sobre o que levou a se seguir o desejo de ser narrador, ele me respondeu que se inspirava em alguém do ramo. Se trata de Murilo “Shoow” Medeiros, que também é narrador de jogos FPS em geral. Além disso, Japex me contou que também possui outras referências no ramo, como Diego Hads. da BBL E-Sports, além de Elio Ricardo Costa, organizador de eventos. Ainda sobre Murilo, ele afirma que ao assisti-lo nas transmissões, ganhando reconhecimento da comunidade era algo fascinante pra ele. E afirma que, para ele, a sensação de estar narrando ao vivo é mágica. O mesmo também já chegou a atuar no cenário semi-profissional. No entanto, descobriu que seu sonho mesmo era a narração.

Ele também conta que, em 2018, foi a origem de tudo: quando foi convidado por um cara chamado Victor “Stoker” Moreira para comentar os jogos, e a partir disso ganhou oportunidades. Desde então, ambos gostaram de trabalhar juntos e a relação entre as partes fluía. E, como na época o mesmo precisava de recursos financeiros, era uma maneira dele ter seus ganhos com seus trabalhos feitos. Após fazer uma série de participações como comentário, o mesmo deixou bem claro que quer atuar como narrador pelos próximos anos.

Japex, ao lado de Byong Hwan Kang e Stoker, da Gamemax. Foto: Victor Moreira/Facebook

Lado otimista e empreendedor

Giovani se diz bem otimista com relação ao mercado de games no Brasil. Quando perguntado a respeito ao crescimento do mesmo no país, ele respondeu da seguinte forma:

“O Brasil tem potencial muito grande para ser uma potência mundial nos games.”, segundo Japex.

Para ele, é preciso usar o “gatilho certo” para poder alavancar os investimentos dentro dos games em geral no país. Além disso, o mesmo se mostrou otimista ao afirmar que o Brasil é um ótimo lugar para se investir nesta categoria.

O mesmo, também, mostrou sua visão do cenário de e-sports pelos próximos anos. Japex vê os e-sports como um trabalho para milhões de pessoas, um novo mercado. Além disso, cita vários casos onde este novo mercado tem mudado a vida das pessoas em todos os sentidos.

Em seguida, perguntei para o Japex para contar sobre a ideia de criar o Pro E-Sport Brasil e como pretende levá-lo pelos próximos anos. Eis a resposta dele:

“A Pro E-Sport foi uma ideia que surgiu enquanto era jogador semi-profissional. Nesse período, passei por uma fase conturbada, onde fui dispensado de duas line-ups. Enquanto que, apesar dos resultados ruins, as organizações por onde passei só visavam lucro, enquanto esqueciam totalmente a questão do suporte aos jogadores. A partir daí, comecei a jogar o CS:GO e conheci a plataforma GamersClub, e fiquei fascinado com a ideia. Porém, acho que poderiam começar a implementar outros jogos dentro da plataforma.”, – Giovani “Japex” Pires.

japex
Japex em ação durante torneio da Gamemax, na BGS 2018. Foto: Giovani Pires/Facebook

Perguntei também a respeito do crescimento das parcerias globais, como por exemplo a MasterCard com os eventos globais da Riot Games Brasil. Ele disse que as marcas que estão abrindo os olhos para novos mercados e oportunidades. Além disso, os e-sports se tornou uma fonte bastante rentável, onde você pode ter uma certa lucratividade.

Seu futuro

Perguntado sobre seu futuro nos e-sports, o mesmo cita que quer continuar investindo, principalmente na questão educacional. Para ele, as ruas não são o lugar mais adequado para se aprender, já que acontece de tudo, e de nada bom há por esses caminhos. Além disso, trabalhar a questão psicológica, para que não tenham estresse ou frustrações em caso de fracassos. Pois, são coisas comuns de acontecer. Minha ideia é dar oportunidade a estes jovens futuramente para que possam entender melhor este mercado. Abrir a mente das pessoas, das empresas para que estes jovens possam ter acesso a esse mercado. Além disso, ele pensa em ser não um, mas o melhor narrador de e-sports do Brasil, pois o mesmo trabalha arduamente para melhorar todos os dias. Ainda tem o desejo de morar em São Paulo, onde é o centro de tudo, para montar seu estúdio. Assim como no Rio de Janeiro.

E com isso, finalizamos nossa primeira entrevista. Foi uma experiência incrível conversar com este jovem de mente empreendedora e ambiciosa, pois é disso que precisamos para fazer este mercado crescer. Se gostaram desse formato de entrevista, deixem nos comentários da postagem no Facebook, pois sua opinião é fundamental.

Versão "Rise" 5.0.1 beta - Crafted with ❤ by @mattzbarbosa
© 2018. O Mestre da HQ - O seu portal de conteúdo Geek