Space Jam | Raras cenas dos bastidores revelam um Jordan incansável

De fato, além de ser comprometido com o filme e campeonato, foi focado e determinado.

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Tuitar isso
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Segundo Reggie Miller, estrela do Indiana Pacers, diz que o astro da NBA Michael Jordan era “como um vampiro” durante a produção de Space Jam, o longa de 1996 que mistura live action com animação a fim de juntar Jordan com Pernalonga e outras estrelas de Looney Tunes. Mesmo com suas exaustivas filmagens e cronograma de treinamento, o astro era incansável.

O episódio oito do documentário da ESPN, The Last Dance, exibido no domingo, tocou no tempo de Jordan fazendo Space Jam, revelando raras cenas dos bastidores da produção do que se tornaria um fenômeno cultural e consequentemente o filme de basquete com maior bilheteria de todos os tempos.

Jordan então se preparou para o Space Jam treinando em uma quadra de basquete com cúpula e totalmente equipada no set de acordo com o contrato que Jordan e a Warner fecharam, inclusive ele foi apelidado de “Jordan Dome” (referente a domo/cúpula) pelo diretor Joe Pytka.

Jordan relatou:

“Eu disse, olhe, preciso praticar, preciso de uma instalação onde possa me exercitar. [Eles disseram]: ‘Oh, não se preocupe com isso. Podemos construir isso para você.’ E com certeza, quando chegamos lá, estava tudo pronto “.

As filmagens do filme, que também estrelou Bill Murray e Wayne Knight, ocorreram de segunda a sábado, das 7h às 19h, com Jordan fazendo um treino de duas horas no meio do dia. Assim, Jordan e outros jogadores da NBA passariam mais três horas no “Jordan Dome” – deixando Jordan apenas algumas preciosas horas antes de voltar ao set de manhã cedo.

Fonte: Comicbook

Versão "Rise" 5.0.1 beta - Crafted with ❤ by @mattzbarbosa
© 2018. O Mestre da HQ - O seu portal de conteúdo Geek