Escape Room | Longa agrada apesar de problemas no roteiro

Assistimos o novo longa de terror, dirigido por Adam Robitel, e demos o nosso veredito.

Compartilhar
Tuíte isso
Enviar no Whats

Escape Room conta a história de seis desconhecidos, com etnias, motivações, criação e trejeitos diferentes, que compõem o tradicional grupo de filme de terror. Nele, todos receberam uma caixa misteriosa, que é um quebra-cabeças cuja montagem deve ser solucionada para abrir a caixa, e achar o convite para o tal jogo de escapar enigmático além de sobreviver a algum tema, que muda de acordo com as salas.

Porém, como nem tudo são flores, eles descobrem que esse tal famoso jogo é de uma empresa, que produz jogos virtuais de puzzle e sobrevivência, e teriam feito uma versão live-action desses jogos, onde eles são os “personagens jogáveis”. E tem que descobrir como solucionar enigmas, e sobreviver as armadilhas das salas conforme vão atravessando as mesmas.
E em cada sala completada, eles vão se conhecendo; alguns criando laços, outros só seguindo o instinto de sobrevivência e chegar até o fim (ou pelo menos tentar, até a morte).

Mas o filme peca na motivação para se completar o jogo. Além de sobreviver, é claro, ao completar as salas os personagens ganhariam uma quantia em dinheiro, e isso para alguns personagens não é nada devido aos seus cargos e empregos. Mas eles seguem mesmo assim, até o final.
O que é surpreendente no filme é a forma como conseguiram juntar esse grupo de estranhos. Pessoas com ideologias diferentes, com modos de se comportar e traumas irreparáveis, que destoam tanto um do outro, para depois eles usarem isso a favor de si mesmos… e às vezes contra.
O diretor do filme, Adam Robitel, teve uma ótima sacada para este longa, utilizando referências e enredos de títulos como O Cubo, Segredo da Cabana e Jogos Mortais, que foram utilizados para que Escape Room possa se tornar uma franquia ou série.
Robitel tem no seu currículo o filme “Sobrenatural: A última chave”, e esteve até acompanhado de uma ótima equipe de produção, contando com roteiristas como Bragi F. Schut de “Caça às Bruxas” e Maria Melnik, de episódios da série da Amazon Prime “American Gods”. E conta no elenco com Deborah Ann Woll (das séries Demolidor e O Justiceiro), Taylor Russell (da série Falling Skies), Jay Ellis (das franquias The Game e NCIS), Logan Miller (de Como Sobreviver a um Ataque Zumbi), Tyler Labine (de Planeta dos Macacos – A Origem) e Nik Dodani (de Atypical, da Netflix).
Escape Room,  estreiou dia  07 de fevereiro, em todos os cinemas do território nacional.

O Mestre da HQ - O seu portal de conteúdo Geek