[CRÍTICA] X-Men: Fênix Negra | O pior filme já feito dos X-Men

Uma franquia que já devia ter terminado, consegue encerra seu ciclo da pior maneira possível.

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Tuitar isso
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

ALERTA DE SPOILERS!!

X-Men: Fênix Negra é sem dúvidas nenhuma um filme ruim, desnecessário e que aparentemente foi feito apenas porque tinham que fazer, não se esforçaram em nada, isso fica mais claro ainda pela escolha do diretor Simon Kinberg, que foi o responsável pelo roteiro de X-Men: O Confronto Final e que repete quase a mesma coisa de O Confronto Final.

Temos Jean Grey, que em uma missão no espaço é atingida por uma onda de energia e essa onda de energia acaba desencadeando a Força Fênix, e como todos já esperavam, ela não consegue controlar essa força, acidentes acontecem, ela acaba matando a Mística e tudo vai de mal a pior.

Charles Xavier foi mostrado de um ângulo diferente nesse filme, o que é uma das poucas coisas boas do filme, nos é mostrado que o Charles Xavier tem um ego completamente enorme e mesmo tomando as decisões erradas, ele mantém sua palavra e sempre acha que está certo.

O que fizeram com o Mercúrio nesse filme foi completamente vergonhoso, na primeira luta contra a Jean, ele se machuca gravemente e não aparece no resto do filme inteiro, eles cortaram o melhor personagem desses novos filmes PARA NADA, teria sido melhor se matassem o personagem logo, junto com a Mística.

Apesar de ter pouquíssimo tempo em tela, comparado aos outros filmes, o Magneto consegue roubar um pouco das cenas para si, fazendo com que as melhores cenas de ação do filme tenham a presença dele.

Deram uma importância  a mais para Scott Summers no filme, mas nada de impressionante, mais uma vez, o personagem que tem um peso enorme nas HQ’s e que tem um enorme potencial é transformado em um simples coadjuvante.

O resto da equipe não é desenvolvido de forma alguma, Noturno tem uma cena de ação aceitável e só, o que fizeram com a Tempestade é uma vergonha completa e conseguiram transformar o Fera, literalmente, em um animal em busca de vingança, mas que facilmente muda de idéia após uma conversa com todos, assim como Eric.

As atuações dos atores em certos momentos é sofrível, ouso dizer que não temos nenhuma boa atuação no filme inteiro, aparentemente, os atores já estavam de saco cheio de interpretar esses personagens e é compreensível, até porque, recebem roteiros incrivelmente ruins.

Em certas partes do filme, os efeitos especiais funcionam, em outras não, o que é a maioria das vezes.

Quando fui assistir ao filme, tinha um pouco de esperança na trilha sonora do filme que pertence à Hans Zimmer, mas infelizmente, apesar de em alguns momentos a trilha sonora ser boa, não é nada tão bom quanto seus trabalhos anteriores, pra mim, uma decepção completa.

Jessica Chastain se envolveu em uma enrascada, a vilã que a atriz interpreta é uma vilã genérica, não passa ameaça nenhuma e nem mesmo a atuação da atriz convence.

Infelizmente, X-Men: Fênix Negra encerra a franquia da pior maneira possível, o filme é literalmente um ‘O Confronto Final’ 2.0, só que pior, poucas coisas se salvam dentro desse filme e felizmente, agora no MCU, os personagens vão poder descansar um pouco e graças a Deus, vão ganhar um reboot, o que já era pra ter acontecido após ‘Dias de Um Futuro Esquecido’.

Nota: 3/10.

Versão "Rise" 5.0.1 beta - Crafted with ❤ by @mattzbarbosa
© 2018. O Mestre da HQ - O seu portal de conteúdo Geek