Disney-Fox | Leia na íntegra o comunicado oficial de imprensa

Seguindo o fim do processo de adesão da Fox ao patrimônio da Disney, foi publicado ontem um comunicado de imprensa oficial, no próprio site da Walt Disney Company.

O Press Release citado se destinou a divulgar em mais detalhes o acontecimento Disney-Fox, de interesse mundial e público, dando boa dimensão do tamanho do conglomerado que se forma e aumentando ainda mais a expectativa principalmente de todos nós, fãs de cultura nerd e interessados nos veículos Marvel outrora que há tantos anos são propriedades da Fox (como os X-Men e o Quarteto Fantástico, além de Deadpool).

A compra foi exercida pelo valor de 71 bilhões de dólares. Esse valor é, para que se tenha uma vaga noção do absurdo, mais do que o Lucro Antes de Juros e Imposto de Renda (LAJIR) que uma gigante como a Apple, por exemplo, teve em todo o ano de 2018 — de cerca de 70,9 bilhões de dólares.

Segue a declaração oficial, traduzida livremente:

[Às 13h02 do horário de Brasília] do dia 20 de março de 2019, a aquisição por parte da Walt Disney Company da 21st Century Fox se tornará efetiva. Com a icônica coleção de negócios e franquias da Fox, a Disney poderá prover um conteúdo mais atraente de alta qualidade e opções de entretenimento que vão ao encontro da demanda do consumidor; aumenta sua presença internacional; e além disso, expande suas ofertas diretas para o cliente final, que incluem a ESPN+ para fãs de esporte, o serviço altamente esperado de streaming de vídeo sob demanda Disney+, que chega [nos EUA] no fim de 2019; e também a participação social combinada de Disney e Fox no serviço Hulu.

Diz Robert A. [Bob] Iger, presidente e CEO da Walt Disney Company:

‘Este é um momento extraordinário e histórico para nós — um momento que que criará valor significativo de longo prazo para a nossa companhia e acionistas. Combinar o patrimônio de conteúdo criativo e talento comprovado da Disney e da Fox cria a companhia líder global de entretenimento, bem posicionada para liderar em uma era incrivelmente dinâmica e transformadora.’

A aquisição inclui os negócios de produção cinematográfica renomados da Fox, incluindo a Twentieth Century Fox, Fox Searchlight Pictures, Fox 2000 Pictures, Fox Family e a Fox Animation; as unidades criativas para televisão da Fox, Twentieth Century Fox Television, FX Productions e Fox21; Redes FX; Parceiros da National Geographic; Fox Networks Group Internacional; Star India; e também os interesses da Fox no Hulu, Tata Sky e no Endemol Shine Group. A Disney e a 21st Century Fox entraram num acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos no ano passado, sob o qual a Disney alienará as redes regionais esportivas da 21st Century Fox.

Mais cedo [ontem], a 21st Century Fox completou o desdobramento de um portfólio dos negócios de notícias, esportes e transmissões — incluindo o canal FOX News, FOX Business Network, FOX Broadcasting Company, FOX Sports, FOX Television Stations Group, e a rede de canais esportivos FS1, FS2, a Fox Deportes e a Big Ten Network — e certos outros recursos e passivos, para dentro da Fox Corporation.

Agora é respirar fundo e aguardar ansiosamente por mais notícias vindas da equipe de Kevin Feige e seus associados. Essa compra promete!

Fique ligado em O Mestre da HQ para mais detalhes!

Fonte: Walt Disney Company

Disney-Fox | Fusão entre as gigantes é finalmente anunciada

Embora tenha sido inicialmente divulgado que o acordo entre a Disney e a Fox estaria resolvido no fim de 2018, recentemente descobrimos que tudo estaria finalizado em meados de março. E agora, finalmente a 21st Century Fox anunciou a distribuição de todas as ações emitidas e em circulação, em conexão com a aquisição por parte da Disney.

A aquisição da Disney será efetivada amanhã, 20/03/2019, no horário de 12:02 ET (equivalente ao horário de 13h02).

Implicações diversas

As implicações desse contrato são gigantescas (pra dizer o mínimo), mas as atenções se voltam para os planos da Marvel Studios para o conjunto de personagens do Quarteto Fantástico e do universo mutante. E, agora que o acordo está finalizado, é aguardar pela palavra oficial de Kevin Feige e começar a ter clareza do que a Marvel tem planejado quanto a isso; apesar disso, é pouco provável que descubramos tudo imediatamente.

Talvez tenhamos detalhes compartilhados quando o estúdio estiver pronto para mostrar seus planos de Fase 4, mas Bob Iger, presidente e CEO da Disney, já confirmou que a ideia é a de continuar lançando filmes sob os banners tanto da Fox (o estúdio maior) e da Fox Searchlight (o irmão mais novo).

Independentemente disso, o mundo nerd está em festa. O retorno dos direitos dos mutantes e do Quarteto Fantástico à Marvel é a realização do sonho de muitos de nós — inclusive do verdadeiro idealizador do sucesso dos filmes recentes de super-herói, Kevin Feige.

Fique atento ao Mestre da HQ para mais detalhes em breve!

Fonte: CBM

Star Wars | Anthony Daniels termina filmagens como C-3PO

O ator Anthony Daniels revelou que encerrou as filmagens de suas cenas como C-3PO no novo filme de Star Wars: Episódio IX. Daniels tem sido parte da franquia desde o início e possui a nobre distinção de ser a única pessoa a aparecer em todas as iterações da série. Em adição às dez aparições como C-3PO (incluindo aí um cameo em Rogue One), Daniels também interpretou Wookiee Tak no Spin-off Solo. O tamanho dos papéis tem oscilado, mas o ator tem sido presença constante no set.

O diretor JJ Abrams começou a filmar o Episódio IX em agosto de 2018, e relatos indicam que ele deve terminar o processo por volta de fevereiro. Se por um lado não há palavra oficial sobre o término das filmagens, parece que as coisas já estão chegando na reta final.

Ontem, Daniels foi ao Twitter anunciar que aquele era seu último dia no episódio IX. Compreensivelmente, o ator se sentia emocionado sobre o momento, mas expressou gratidão pelo trabalho duro da produção e excitação pelo que está por vir.

“Hoje foi o fim (nos trabalhos) de 3PO no episódio IX. Ele está triste – e eu também. Mas estamos tão orgulhosos de termos trabalhado com um elenco e produção tão talentosa e amável, liderada por JJ (Abrams, diretor) e Kathy (Kennedy, presidente da Lucasfilm) … Vou sentir falta de todo mundo, mas estou contente por estarmos fazendo algo excepcional juntos, para compartilharmos com o mundo que aguarda.”

 

O aguardado filme Star Wars: Episódio IX chega aos cinemas em 20 de dezembro.

Fonte: Screenrant

Falta um ano para Star Wars 9

Este dezembro marca a primeira vez que um filme de Star Wars não está nos cinemas desde O Despertar da Força em 2015. No entanto, 2019 verá o retorno de Star Wars em dezembro, exatamente um ano a partir de hoje.

As filmagens do episódio IX estão em andamento desde agosto e o filme traz Abrams na cadeira do diretor. O episódio IX também utilizará imagens não utilizadas de Carrie Fisher como Leia para dar ao personagem um final satisfatório. O veterano da franquia, John Williams, também deve retornar para marcar seu último filme de Star Wars. Não se sabe muito mais do que o filme sendo a última parte da saga Skywalker.

Rumores circulavam de que um trailer poderia estar chegando antes do Natal, mas não houve nenhum sinal disso até agora, sem nenhum título oficial para o filme. Enquanto The Force Awakens lançou seu título e um teaser em novembro, um ano após o lançamento, os fãs provavelmente podem esperar as notícias do episódio IX no início do ano que vem. Em 2017, o título The Last Jedi foi anunciado em janeiro e o primeiro trailer veio na Star Wars Celebration em abril.

O que você acha que o episódio IX será oficialmente intitulado? Quando você acha que conseguiremos o primeiro trailer? Comente abaixo!

Star Wars: Episódio IX chega aos cinemas 20 de dezembro de 2019.

Star Wars | Marvel cancela minissérie de Darth Vader

Star Wars : Shadow of Vader, minissérie que traria Darth Vader como protagonista foi cancelada pela Marvel, o motivo segundo o site polygon foi a demissão do escritor Chuck Wendig. A notícia veio a tona quando varejistas de quadrinhos perceberam que Shadow of Vader # 1 não estava disponível  para pré encomenda, e segundo a Marvel, a série não estaria em andamento.

No momento da demissão, Wendig já teria concluído três edições da série que teria cinco números. Seu desligamento da editora se deu graças, ao “excesso de política, vulgaridades e negatividade” no Twitter.

STAR WARS | Obi-Wan Kenobi: o mais humano de todos os Jedi

Ele foi um dos poucos sobreviventes da caçada proferida por Darth Sidious aos Jedi após a formação do Império, foi o primeiro Jedi após milhares de anos a derrotar um Sith, e também foi o responsável por guardar e proteger o segredo sobre os irmãos Skywalker.

Conheça um pouco mais a fundo sobre Obi-Wan Kenobi!

Texto adaptado da Ordem Sith (Curta a página aqui).

“Eu falhei com você Anakin… eu falhei com você.”

Ele não possui aquela aura de poder arrogante de Mace Windu, e nem é um alien esverdeado de 900 anos, ou tampouco é o filho da Força. Não foi o Jedi mais forte, mas foi o primeiro a derrotar um Sith em milhares de anos, e o único a derrotar dois “vilões”: Maul e Grievous.

Obi-Wan era um homem como outro qualquer: sensitivo a força, sim, mas acima de tudo um homem de fé, que mesmo diante do colapso de toda a Ordem Jedi ainda insiste:

“Nosso compromisso é com a República, com a democracia, Anakin.”

Contudo, aquilo que Kenobi mais carregou vivo dentro de si foi a culpa.
Culpa por não ter chegado a tempo de salvar seu mestre e não ter acreditado nele, quando este acreditou em Anakin; tal que Obi-Wan diria a Yoda no final do Episódio I que treinaria o menino — ainda que em discordância com o Conselho.

Obi-Wan viria a abrir mão de tudo para tentar ser o melhor Jedi que conseguisse. Deixaria seu grande amor, a Duquesa Satine de Mandalore para cumprir o Código, mas isso novamente acarretaria mais culpa ao mestre; pois, ao vê-la morrer em seus braços, diria:

 

“Se eu soubesse antes que você também me amava, eu teria abandonado a Ordem.”

 

“Se eu soubesse antes que você também me amava, eu teria abandonado a Ordem.”

O ápice de culpa e dor de Obi-Wan se deu diante de Anakin.

“Eu falhei com você.”

Nessa frase o Mestre desabafa toda sua autocrítica. Ele não odeia Anakin, ele odeia a si mesmo; ele sente que falhou com Qui-gon, que falhou com Anakin, que falhou com a Ordem… que falhou consigo mesmo.

Por muito tempo nos perguntamos, por que Kenobi não aplicou um golpe de misericórdia em Anakin nas areias de Mustafar? Não poderia ser apenas por uma questão de continuidade da história, e não era. A resposta estaria anos na frente, especificamente no momento em que ele diz que Darth Vader matou Anakin Skywalker. Se nos lembrarmos desta cena, quando isso é explicado a Luke, ele se põe a pensar logo em seguida; claro, porque isso traz à tona sua culpa: o Padawan que não chegou tempo de salvar seu mestre em Naboo, o mesmo que não salvou a amada em Mandalore, o mestre que não salvou o Padawan de ser morto pelo Lado Negro.

Seu exílio em Tatooine não foi redentor. Ele não estava em um santuário da Força como Dagobah. Ele estava apenas sozinho. Não podia nem mesmo ajudar aqueles que estavam a sua volta, aquilo que seria a essência de um Jedi; ele não podia botar em risco Luke.

Suas meditações não nos deixam mentir:

“É tão estranho estar aqui, neste lugar e nestas circunstâncias. Anos atrás tiramos uma criança de Tatooine, achando que ela era a maior esperança da galáxia. Agora, eu trouxe outra de volta, e com o mesmo objetivo em mente. Espero que a coisa se saia melhor dessa vez. Porque o caminho até esse momento foi cheio de dor. Para toda a galáxia, para meus amigos… e para mim.
[…]
Os holovídeos que vi dele chacinando as crianças Jedi no Templo ainda assombram meus sonhos… e estraçalham meu coração em pedaços.
[…]
Mas não posso me dar ao luxo de reagir mais às coisas como Obi-Wan Kenobi. Não poderei sequer ativar meu sabre de luz sem que esse gesto grite ‘Cavaleiro Jedi’ a todos ao redor.
[…]
Sim, imagino que as coisas serão mais lentas. Estarei longe de qualquer lugar, e sozinho, com nada a mão a não ser meus arrependimentos para me fazerem companhia.”

(Star Wars Legends: Kenobi, por John Jackson Miller)

Então o que faz de Obi-Wan Kenobi tão especial?

A esperança. A esperança daquele que ousa treinar o filho de Darth Vader. A esperança do antigo general Kenobi, agora reduzido apenas ao velho Ben, em sonhar novamente com uma galáxia em paz.

“Obi-Wan Kenobi, o grande cavaleiro Jedi, perdeu tudo… menos a esperança”.

Obi-Wan podia se chamar Maria, podia se chamar José. Ele poderia ser qualquer um de nós que, diante de todo o sofrimento do nosso dia a dia, que diante de cada notícia fatídica dos jornais, que diante de toda a desesperança… se ergue e: hello, there!

Talvez, a melhor definição de Obi-Wan não esteja em livros ou filmes, mas numa canção brasileira:

♪ De uma gente que ri
Quando deve chorar
E não vive
Apenas aguenta ♪

STAR WARS: O ÚLTIMO JEDI | Empire divulga novas imagens da edição especial sobre o filme

O lado sombrio e o lado da luz da Força são representados nas novas imagens de capa da Revista Empire.

Representando o lado da Luz, temos Rey (Daisy Ridley), que descobriu a sua sensibilidade à Força em Star Wars: O Despertar da Força e que treinará sob orientação do último Jedi, Luke Skywalker, no vindouro Star Wars: O Último Jedi.

O lado sombrio da Força é representado por Kylo Ren (Adam Driver). Filho de Han Solo (Harrison Ford) e Leia Organa (Carrie Fisher), antes de tudo isso se chamava Ben Solo. Desde criança possuía uma forte ligação com a Força, vindo a treinar posteriormente com seu tio Luke. Mais tarde, tal poder acabou despertando o interesse o Supremo Líder Snoke, que o corrompeu mesmo sob a tutela de Luke.

O protagonista da mais antiga trilogia de Star Wars não conseguiu evitar a sua queda para o lado sombrio.

Confira as novas imagens:

Embora a nova trilogia inicialmente tenha dado um foco especial a Rey, o diretor de Os Últimos Jedi, Rian Johnson, afirmou que Kylo e Rey formam uma espécie de dupla protagonista, com cada qual representando características e fases diferentes da vida.

“Eu acho que Rey e Kylo são quase que “protagonistas duplos”. Você se identifica com Rey, mas também se identifica com Kylo de uma forma que você nunca conseguiu com Vader. Esses filmes são sobre adolescência: Kylo representa a raiva da adolescência, a rejeição aos pais; e isso é algo com que todos nós, até certo ponto, nos identificamos. E a ideia de ter um antagonista com o qual você se identifique tanto quanto com o protagonista é realmente interessante.”

Faltando apenas algumas semanas para o lançamento do filme, Os Últimos Jedi vem ganhando forte destaque na mídia, aparecendo em diversas revistas. Numa delas, a Entertainment Weekly, foi destacada uma capa com a pergunta: “Poderia Rey cair no lado sombrio da Força?”

A Luz? A Escuridão? Rey e Kylo, duas pessoas que parecem oscilar entre os dois; um novo desenvolvimento chocante parece estar esperando-os em Star Wars: Os Últimos Jedi.

Apesar de o mundo ter se chocado ao ver que a mão oferecida a Rey era a de Kylo Ren, o que aguarda por Rey e Kylo é a pergunta de “A Luz? Ou a Escuridão?”, já que juntos eles são movidos pela poderosa Força.

Rey, que em O Despertar da Força a acordou, carrega uma sensação de estar perdida e insegura; ela será levada para a escuridão? Kylo matou Han Solo, apesar do fato de que ele era seu pai; a pequena luz que resta em seu coração será capaz de desfazer a escuridão?

Essas duas figuras parecem se refletir; não podemos tirar nossos olhos deles.

Star Wars: O último Jedi estreia nos cinemas no próximo dia 14 de dezembro de 2017. Será seguido por Star Wars: Episódio IX em 20 de dezembro de 2019, e antecedido por Solo: A Star Wars Story, com previsão de lançamento para 25 de maio de 2018 .

Fonte: ComicBook

STAR WARS | Teoria identificaria a verdadeira identidade de Snoke

Desde episódio VII muito tem se especulado sobre a verdadeira identidade de Snoke, líder da primeira ordem. Alguns chegaram a sugerir que ele seria o ex-mestre de Darth Sidious, o Darth Plagueis, no entanto, essa informação foi desmentida pelos produtores do filme, gerando uma dúvida gigantesca na cabeça dos fãs e levantando uma série de teorias sobre qual seria a verdadeira identidade do líder da Primeira Ordem.

Uma dessas teorias e a mais convincente até agora veio do canal Vincent Vendetta, traduzido em parte pela página Conselho Jedi Fortaleza.

Segue o post na íntegra:

I- Mace Windu não morreu no ep. 3.
Assim como vimos em outros momentos com diferentes jedi, perder um membro – ou mais de um – e receber o Force Lightning não mata, foi o caso de Luke, Anakin, Dookan, Yoda, Palpatine… e Mace Windu.

II- Mace Windu recebeu o Force Lighting de Palpatine, e, assim como o próprio Palpatine, Mace Windu fica desfigurado, pálido, além de cicatrizes severas no rosto agravadas pela posterior queda, isso é mostrado no vídeo exemplo, onde mostra Palpatine antes de depois de receber a Force Lighting, isso responde a pergunta: Como pode ser o Mance se ele é negro? Simples ele foi desfigurado pela Force Lighting usada pelo Palpatine.

III – Mas o Snoke possui duas mãos, enquanto Mance teve as mesmas cortadas pelo Anakin. Simples, da mesma forma que Anakin e Luke tiveram as mãos reconstruídas de forma mecânica, Mance pode ter feito o mesmo, o que explicaria o fato de Snoke ter as duas mãos.

mao-luke
Assim como Anakin, Luke teve sua mão reconstruída de forma mecânica, Mance pode ter feito o mesmo.

 

IV- Mace Windu usa o lado sombrio mais do que qualquer outro jedi, seu sabre de luz é roxo, uma cor que representaria a transição entre ambos os lados da Força. Ele é o único jedi que usa a técnica de luta Vaapad, considerada a mais agressiva e imprevisível arte de luta, permanecendo seu usuário na linha tênue linha entre o lado sombrio e o lado da luz. Windu corta a cabeça de Jango sem pestanejar e decide executar Palpatine, mesmo Anakin tendo-lhe dito que aquele não era o modo jedi. Snoke é obcecado pelo equilíbrio da Força, Snoke vê em Ben Solo ambos os lados, no trailer escutamos ele falar “o lado sombrio…e a luz”, bem como na novelização quando diz que Ben é feito de ambos. Snoke se vê em Kylo Ren, como possuidor de ambos os lados.

V- Nesse delicado equilíbrio entre os dois lados da Força, Mace Windu precisaria de apenas um empurrão para ceder de vez ao lado sombrio, a traição de Anakin quando corta-lhe a mão é esse empurrão. Assim, Windu deseja vingança contra os Skywalkers e contra Palpatine que o desfigurou e quase o matou. Assim, deseja Rey, que, segundo uma outra teoria surgida há pouco, seria a neta de Palpatine e a última de sua linhagem. Windu considera-se o próprio Escolhido, não Anakin, por isso ele tenta impedir o treinamento de Anakin bem como este se tornar mestre mesmo no Conselho. Windu representa o equilíbrio a Força, pois ele mesmo é esse equilíbrio – Vaapad, e é o jedi que derrotaria o último sith, Palpatine. Mesmo Han Solo, que expressa isso antes de morrer, sabe que Snoke pretende matar Kylo Ren após encontrar Luke.

VI- Há um movimento característico no estilo de luta de Mace Windu – o mosaico na imagem – que é usado também por Kylo Ren, significando que Windu treinou Kylo Ren e passou tal técnica para ele. De fato, lutando com Rey, ele usa esse movimento três vezes.

Star Wars: Teoria pode ter identificado a verdadeira identidade do líder Snoke, e é quem você menos esperava!
Créditos a página Conselho Jedi Fortaleza

VII- Finn é um “Force sensitive”, Snoke diz a Kylo Ren “houve um despertar, você sentiu?”, mas ele diz isso bem antes da Rey se conectar à Força e ter a visão; na verdade, o despertar foi de Finn quando, na sequência inicial do ep. 7, ele se questiona e decide não matar mais pela Primeira Ordem, tanto que Kylo Ren sabe exatamente que foi ele que ajudou Poe Dameron logo após ser informado de sua fuga.

VIII- Mas como Finn é um sensitivo? Ele é filho de Mace Windu, que o decepcionou por não despertar tão cedo como Ben Solo. Windu decidiu vigiá-lo de perto, o manteve na base da Primeira Ordem. Quando Windu decidiu que já era hora dele conectar-se à Força, colocou-o numa missão como Kylo Ren, afinal, por que alguém que trabalhava na “sanitation” da base se tornaria um stormtrooper?! Kylo sabe quem ele é, por isso não o mata na luta final, por isso grita com tanta raiva “traidor”, pois ele traiu o próprio pai.

Na novelização do ep. 7, Snoke diz “eu assisti à ascensão do Império e à sua queda”, significando que ele estava vivo nos prequels, assim como Mace Windu.

Assim, Mace Windu é o Líder Snoke.

Confira o vídeo original da teoria:

E você leitor o que acha dessa teoria? ela parece ter muito fundamento, ao meu ver seria um acerto da produção se fosse confirmado :D