[Crítica] Alien Covenant "Prometheus que cumpriu melhor o seu papel"

 

Fomos convidados pela FOX para assistir Alien Covenant, na cabine de imprensa, no dia 05/05/2017, e Felipe da Silva
colaborador do Canal Yuna Box , deixou a sua opinião sobre o filme. Confira abaixo

[Sinopse]

  1. Viajando pela galáxia, os tripulantes da nave colonizadora Covenant encontram um planeta remoto com ares de paraíso inexplorado, desviando-os então de seu destino original. Encantados, eles acreditam na sorte e ignoram o plano inicial: uma terra sombria que guarda terríveis segredos e o sobrevivente da amaldiçoada nave Prometheus David (Michael Fassbender).

O filme no geral é bem construído, trabalha bem o seu universo como um todo,  e com toda certeza é melhor que Prometheus, porém, para desespero dos fãs que a muito tempo querem de volta a essência dos primeiros filmes, ele não chega a alcançar o terror dos filmes antigos, mas passa perto.

O grande destaque do filme foi David (Michael Fassbender) e Daniels (Katherine Waterston), o destaque é por conta de serem realmente bons no que fazem. Michael Fassbender como andróide funciona, suas expressões são poucas em mínimos detalhes, interpretando bem até mesmo trejeitos de androide. Já a atriz Katherine Waterston fez jus às protagonistas anteriores, mostrando toda a sua força e perseverança perante a ameaça real.

Diferente de Prometheus, esse cumpriu melhor o seu papel no universo Alien, apesar do pouco foco no terror em si e a atenção virada à trama, para quem viu Prometheus e terminou o filme com perguntas, esse filme vai ser um prato cheio, o filme cria todo um ar de mistério na trama, assim ligando as pontas soltas para emendar com o 8º passageiro.
Nota: 5,5 /10

 

[Crítica] Guardiões da Galáxia 2: "Grandiosidade em dobro"

Os Guardiões da Galáxia
Os Guardiões da Galáxia, formação estabelecida no primeiro filme.

É inegável, ninguém esperava (ou dava tanta importância), mas em julho de 2014 a Marvel deixou o mundo e os críticos de boca aberta com algo novo e totalmente sensacional.

Eu falo da franquia Guardiões da Galáxia que nesta semana estréia seu segundo filme, no qual é o penúltimo na contagem regressiva para Vingadores: Guerra Infinita. 
A verdade é que Marvel, num ato de inteligência (e marketing) fantástico, remou contra a correnteza e liberou apenas dois trailers do blockbuster, que por sua vez não revelam nada da linha cronológica o mesmo.

Como já especulado, a trama gira em torno dos conflitos familiares, tanto de Peter Quill (Senhor das Estrelas/Chris Pratt) quanto dos próprios Guardiões, que assim como no primeiro filme, possuem fatores internos que quebram o paradigma clichê de equipe perfeita em harmonia.
O filme inteiro é uma tremenda galhofa mesclada com momentos de ação e drama, algo muito clichê e criticado no universo Marvel dos cinemas (#FórmulaMarvel), não fosse pelo fator música, algo muito bem trabalhado no primeiro filme e evoluído à um novo patamar emocional. Também pela genialidade de James Gunn e dos roteiristas, o conjunto da obra nos apresenta uma forma diferente de fazer filmes de heróis.

“..As vezes o que procuramos a vida toda, sempre esteve do nosso lado..” -Peter Quill

Guardiões da Galáxia 2 é daqueles filmes que valem cada centavo, para se levar a família toda, ou aquele(a) garoto(a) que você gosta. Uma playlist fantástica que consegue transmitir a emoção do longa por si só, e um filme que carrega a leveza de uma criança inocente que ri de si mesma ao mesmo tempo que nos abala fortemente.


Guardiões da Galáxia 2 estréia dia 27 de abril de 2017 e ganha um conteúdo totalmente especial na #OMDHQ essa semana, fique ligado.

E você, qual a sua espectativa para o filme? Comente abaixo