PUBLICIDADE

VINGADORES: GUERRA INFINITA
(AVENGERS: INFINITY WAR)

NOTA DO FILME

4,8

★★★★

ESCRITA POR

Matheus Barbosa

Matheus Barbosa

COMPARTILHE

País: EUA ~ Classificação: 12 anos ~ Estreia: 26 de Abril de 2018 ~ Duração: 150 min. ~ Direção: Anthony Russo , Joe Russo ~ Roteiro: Christopher Markus , Stephen McFeely
Elenco: Robert Downey Jr. , Chris Hemsworth , Josh Brolin , Chris Evans, Tessa Thompson, Scarlett Johansson , Karen Gillan, entre outros.

Para você, o que faz de um filme inesquecível e importante? A ação ou o drama? O roteiro? A interação das personagens? ou até mesmo a relação protagonista/antagonista? Pois bem, se as respostas para todas essas perguntas forem 'Sim', Vingadores: Guerra Infinita é tudo isso e um pouco mais, uma façanha e tanto para um filme com mais de 120 minutos de duração, mas não é por menos, o evento que marca a culminação de tudo construído até então pelo "Marvel Studios" tira proveito de cada segundo e estabelece não só um novo nível, mas também um novo jeito de "fazer cinema com filmes de heróis".

Confesso que até o momento que escrevo isso, mesmo assistindo ao longa por duas vezes (E com pelo menos mais duas sessões garantidas) ainda é inacreditável o efeito que o mesmo teve, não só em mim, como em todos os presentes, seja na sessão para a imprensa ou na pré-estréia com o público em geral, era como ver uma grande saga de quadrinhos levitar do papel e ganhar vida nas telonas, uma sensação inexplicável.

A Trama

Algo bem explícito desde os trailers, a meta do antagonista é bem simples e clara: Dizimar metade dos habitantes do universo e trazer o equilíbrio para o mesmo novamente. Para tal feito, se faz necessária a missão de unir uma a uma, as 6 jóias do Infinito, e a trama gira basicamente em cima disso, a jornada de Thanos, o Titã louco, na tentativa de unir as 6 singularidades em sua manopla.

Resultado de imagem para avengers infinity war
Trazendo consigo batalhas que transcendem a Terra e que estabelecem a grandiosidade dos eventos, elevando a ameaça para algo nunca visto antes, Thanos se mostra um vilão totalmente crível, ele consegue nos tocar e amedrontar profundamente desde o primeiro instante, seja com suas motivações, objetivos, crenças ou métodos. Como antagonista, o Titã puxa todos os holofotes para si, numa decisão acertada de roteiro que o estabelece como o centro da trama, e explicando de forma simples quem ele é, qual sua motivação e, acima de tudo, seu poder e dos chamados seus filhos, a 'Ordem Negra'.

Resultado de imagem para avengers infinity war ordem negra

Conclusão

'Vingadores: Guerra Infinita' marca o início do fim de tudo que conhecemos e aprendemos a gostar (e odiar) no Universo Cinematográfico Marvel (MCU), prendendo sua atenção para a urgência e seriedade dos acontecimentos desde a famosa abertura com o logotipo "Marvel Studios" até a sua cena pós crédito. É de grande injustiça classificá-lo como apenas um "Vingadores 4: Parte um", o longa é uma obra fechada (Por mais surpreendente que seja seu desfecho) e deixa seu telespectador totalmente despedaçado e desnorteado ao final, cujo único sentimento possível é de vazio e ansiedade para o desfecho dessa história que vem sendo construída há 10 anos e que se encerrará em 2019, com o atualmente sem título, "Vingadores 4", mas a certeza que temos diante de tudo que o longa nos entrega é a de que nada será como antes, e que o 'Marvel Studios' ao longo destes 10 anos não só construiu uma fórmula de sucesso, mas também se tornou exemplo de planejamento e de aprendizado, seja com seus erros e acertos, a famigerada 'Casa das idéias' está mais viva do que nunca, e nos mostrou que tudo feito até agora no quesito 'Filme de heróis' era totalmente superficial.

v4.1.1-NewHorizon - crafted with love by @mattzbarbosa
© 2018. O Mestre da HQ - Todos os direitos reservados.