VEM AÍ! NOSSA COBERTURA DA #GGRF18

DE 20 A 22 DE JULHO NO RIOCENTRO - RIO DE JANEIRO, RJ

Dias
Horas
Min.
Seg.

Len Wein, do Pântano ao Carcaju

COMPARTILHAR
TUÍTE ISSO AGORA
ENVIE NO WHATSAPP

“Abençoado por ter conhecido Len Wein. Eu o encontrei pela primeira vez em 2008. Eu disse para ele – do seu coração, sua mente e de suas mãos nasceu o maior personagem da história dos quadrinhos”. Publicou Hugh Jackman no Twitter, prestando uma última homenagem ao quadrinista, que faleceu no dia 10, e foi co-criador de seu mais famoso personagem no cinema; e um dos mutantes mais queridos e brutais das HQs: Wolverine.

E não faltou homenagens de diversos nomes do ramo dos quadrinhos prestando a sua homenagem a um dos “melhores escritores, editores e pessoas da indústria”, como publicou o co-criador de Deadpool, Fabian Nicieza. Brian Michael Bendis (criador de Alias) foi quem anunciou o falecimento de Wein nas redes sociais, e mais tarde falou sobre o quanto o escritor devia ser honrado: “o Wolverine é tão famoso quanto Harry Potter ao redor do mundo e Len deveria ser honrado da mesma maneira que JK seria.”

Len Wein, nascido em 1948, fez seu primeiro trabalho na história “Eye of the Beholder”, para a DC Comics, na revista Teen Titans #18 (Dezembro de 1968), em co-autoria com Marv Wolfman. E fez outros trabalhos com mistério, terror e faroeste nos anos seguintes. Passando pelo Marvel Comics, Wein teve seu primeiro trabalho com Demolidor, em Daredevil #71 (Dezembro de 1970). Após seu tempo em Demolidor, passou a escrever para a DC em Adventure Comics (com Supergirl e Zatanna), The Flash e Superman. Wein e Bernie Wrightson criaram um de seus personagens mais famosos, na revista de horror The House of Secrets #92 (Julho de 1971), o MONSTRO DO PÂNTANO, que logo ganhou popularidade; e a famosa mini-série Saga of the Swamp Thing (1980) – um dos primeiros trabalhos do renomado Alan Moore, com edição de Wein.

Começou a trabalhar regularmente na Marvel, sendo editor-chefe e escrevendo diversos títulos, como Marvel Team-Up, Thor, Fantastic Four, The Amazing Spider-Man e The Incredible Hulk. Em 1975 juntou-se ao artista Dave Cockrum e reviveu a criação de Lee e Kirby, os X-Men, que não possuiam revista há 5 anos. A equipe foi reformulada e a dupla lançou mutantes icônicos, como Tempestade, Noturno e Colossus. Len Wein aproveitou de um personagem seu, criado junto com John Romita, para acrescentar a equipe de mutantes. A sua maior criação, o WOLVERINE. Que foi criado como um vilão do Hulk, em The Incredible Hulk #180 (Outubro de 1974). E se tornou popular rapidamente.

Retornando a DC, ajudou a reformular vários personagens, como o Besouro Azul e Mulher-Maravilha de George Pérez. Escreveu personagens como Batman e Lanterna Verde, e criou o executivo da Fundação Wayne, Lucius Fox (Batman #307). Trabalhou como editor-chefe da Disney Comics nos anos 90 e depois escreveu diversos episódios de séries animadas de Batman, X-Men, Homem-Aranha e outros.

Len Wein foi premiado e adorado no meio da indústria de quadrinhos. Sendo o influenciador de diversos quadrinistas, entre eles Alan Moore e Neil Gaiman – que escreveu em sua rede social uma mensagem: “Ele mostrou para um garoto de 12 anos que quadrinhos podiam ser literatura”. Wein se tornou uma lenda para aqueles que o seguiam e continuará assim para todos os amantes da nona arte. Segundo Joss Whedon (diretor de Os Vingadores), Len Wein foi “co-iniciador da era moderna dos quadrinhos com sua maior metáfora. E muito mais”. Jim Lee, co-editor da DC, também homenageou o artista: “O que estamos fazendo hoje nos quadrinhos é baseado no trabalho pioneiro de pessoas como Len. Todos temos uma grande dívida de gratidão com ele”. E nas palavras de Diane Nelson, presidente da DC Entertainment, eu, a empresa e a indústria como um todo, vamos sentir sua falta.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Os irmãos mais retardas na GGRF 2018!

Os irmãos mais retardas na GGRF 2018!

[CRÍTICA] Os Incríveis 2 | O mundo sempre volta a ficar em perigo

[CRÍTICA] Os Incríveis 2 | O mundo sempre volta a ficar em perigo

Steve Ditko, co-criador do Homem-Aranha e Doutor estranho, morre aos 90 anos

Steve Ditko, co-criador do Homem-Aranha e Doutor estranho, morre aos 90 anos

Dicas para aproveitar a GGRF 2018!

Dicas para aproveitar a GGRF 2018!

NOSSO INSTAGRAM

v4.5-NewHorizon - crafted with ♡ by @mattzbarbosa
© 2018. O Mestre da HQ - Todos os direitos reservados